Cemitério de Muriaé está abandonado
31/12/2020 22:29 em Notícias da Zona da Mata

LUCIANA ARCHETE

Jornalista MG19681JP

 

Um morador de Muriaé denunciou, através de fotos postadas no Facebook, a situação de abandono do cemitério da cidade. O internauta lamenta e questiona quando a capina será feita. Nas imagens é possível ver o mato alto, sujeira e até covas com rachaduras e, algumas, abertas”. Mais um dos descasos da administração municipal 2017-2020. Além de aumentar as taxas dos cemitérios, faltou investimentos e cuidados com o "lugar dos mortos no mundo dos vivos".

Não fosse o abandono do local, Muriaé ainda convive com o risco de proliferação do mosquito Aedes Aegipty. Com as rachaduras e infiltrações, os criadoros se tornam inevitáveis. A dengue tem se manifestado e é claro que nós temos essa preocupação na nossa cidade.

A moradora Maria Aparecida comenta que a situação do cemitério municipal tem piorado nos últimos anos. “Está uma vergonha. Muito mato, um descaso”, reclama. “Estive lá no domingo. Falta asfalto, ou pavimentação, entre os túmulos. Vejo isso como desrespeito, tanto às famílias quanto às pessoas que morreram. O cemitério já não é um lugar agradável de se estar. Vendo essa falta de cuidados, fica ainda pior”, desabafa.

Outro morador comenta que a situação do local é uma vergonha. “O cemitério da cidade nunca esteve tão mal cuidado. Nem todo mundo consegue ir para visitar seus entes queridos. Muitos túmulos estão inacessíveis”, salienta. “Eu perdi um grande amigo algum tempo atrás, e sinto tanto por ele ter sido enterrado lá. É muito triste ver que o lugar onde uma pessoa tão boa foi enterrada é tratado com tanto descaso”, lamentou o visitante que deixava o cemitério.

Além do mato alto, ainda é possível ver que muitos túmulos estão caindo, o que aumenta ainda mais o risco de serem violados por animais peçonhentos e camundongos.

COMENTÁRIOS