Produtores com selo Certifica Minas se destacam na Semana Internacional do Café
21/11/2022 08:26 em Notícias Gerais
Produtores de café que fazem parte do programa Certifica Minas participaram da 10ª edição da Semana Internacional do Café (SIC), encerrada nessa sexta-feira (18/11), no Expominas, em Belo Horizonte.

Os cafeicultores tiveram a oportunidade de exibir seus produtos na feira que é considerada uma das maiores do mundo no segmento, no estande montado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

O selo do programa proporciona aos produtores maior competitividade, favorecendo sua inserção nos mercados nacional e internacional. Promove também a melhoria do processo de gestão das atividades agropecuárias e agroindustriais, além de contribuir para a geração de emprego e renda nos estabelecimentos que contam com produtos certificados.

 

Colhendo resultados

 

A cafeicultora Fabíola Sandy atua na microrregião na Serra de Três Pontas, no Sul de Minas. Ela conta que sua fazenda chegou a estar próxima da falência, mas que, após aderir ao programa, viu sua produção melhorar e os lucros aumentarem.

"Temos uma paixão pelo Certifica Minas. Nossa fazenda estava quebrando por falta de assessoramento e, após aderir ao programa, começamos a melhorar a produtividade e qualidade do café, agregando valor ao produto, aumentando a produção e o lucro. Desta maneira, salvamos a fazenda e, depois disso, já fomos finalistas em diversos concursos", ressalta a produtora.

"Somos extremamente gratos ao programa que, além da parte agronômica, deixou a fazenda em ordem por conta de melhorias em processos. Agora, a gente acredita no futuro. Sou grata por contar com esse programa de qualidade e peço aos compradores de café que deem o devido valor ao Certifica Minas”, complementa Fabíola.

Tiana Marina Bandeira é mais uma das produtoras de café certificadas pelo programa que participaram da SIC 2022. Sua produção de café especial está localizada na cidade de Imbé de Minas, no Vale do Rio Doce. Segundo ela, o programa trouxe muito desenvolvimento, principalmente na parte administrativa.

"Nós, como produtores, temos uma grande dificuldade na organização da fazenda. E o Certifica Minas, junto da Emater-MG, traz esse processo que agrega valor ao nosso produto. Hoje, posso dizer que tenho orgulho de produzir e investir em Minas Gerais que, graças aos programas de incentivo do governo, cria esse ambiente propício para o desenvolvimento”, diz.

 

Certifica Minas

 

O Certifica Minas é o programa de certificação de produtos agropecuários e agroindustriais de Minas Gerais e tem como finalidade assegurar a qualidade do que é produzido no estado, garantindo a sustentabilidade de seus sistemas de produção.

Dentre os produtos certificados estão, além do café, o algodão, cachaça, frutas, frango e ovo caipira, produtos orgânicos e sem agrotóxicos. 

O diretor-presidente da Emater-MG, Otávio Maia ressalta o potencial da certificação para o produtor. “ Além de atestar qualidade e segurança alimentar para a mesa dos consumidores, a certificação torna o produto mais competitivo no mercado", afirma.

Além da atuação da Seapa e da Emater-MG, o Certifica Minas conta com apoio do Instituto Mineiro de Agropecuária de Minas Gerais (IMA) e da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

O técnico da Emater, Antônio Fernando Teixeira, que atua no programa, explica que a certificação faz com que os produtores passem por preparação dentro de um protocolo de gestão e melhorias. “Isso inclui a parte de rentabilidade financeira, a regularização dos contratos e normas de trabalho, segurança e sustentabilidade.Trata-se de um planejamento com o produtor para que ele entenda a importância dessas práticas para ter lucro e  um café de alta qualidade”, explica.

Produtores interessados em aderir ao Certifica Minas podem conhecer mais sobre o programa por meio do site do IMA, clicando aqui, ou pelo site do programa. Para a adequação do seu processo produtivo, o produtor pode buscar assistência técnica da Emater-MG, ou de consultores privados credenciados pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Crédito da imagem: Dirceu Aurélio / Imprensa MG
COMENTÁRIOS